Skip to content

OS PROTAGONISTAS

Quinta-feira, Dezembro 30, 2010

26 Dezembro 2010 – último treino do ano

Hoje vou falar pouco do treino, até porque foi um treino muito fraquinho; dois trambolhões mas foi assim uma coisita simples sem história, até um puto de cinco anos caía daquela maneira. Umas subiditas umas desciditas e pouco mais, foram 50 quilómerzecos pelo monte das Masseiras (é assim que se diz Dom Berto?), sinceramente não entendi aquela do Mister Nelson dizer ”foram uns trilhos espectaculares”, que exagerado eu queria ver o pessoal mas era na subida de Cedovem aí é que se vê quem é duro, como diz o Xico: “ah pois é”

As únicas novidades foram: o Paulo pinho apresentar-se este Domingo no Rafas, coisa rara só muito esporadicamente acontece, hum!!! se estava com febre? Não se notou.

O Espanhol…sim o Espanhol agora Alemão está de volta e como bom ddr apresentou-se ao treino deste Domingo, lamentou-se que não treinava há muito tempo, grande aldrabão, pois andou sempre lá na frente agora imaginem se tem treinado. Benvindo ao reino da maluquice amigo Adélio.

O Marinheiro…sim: o Marinheiro também está de volta dos África  e deixou lá uma coisa deste tamanho…não, deste tamanho, não, mais pequena, não, maior um bocadinho, assim deste tamanho estão a ver? Na Quinta disse que não faltava ao treino deste Domingo… tretas. Enquanto ele está por cá, vamos tentar fazer dele um homenzinho obrigando-o a vir aos treinos, mas ele não corresponde, assim desanima uma pessoa, um gajo que deixa lá na savana uma coisa deste tamanho, é difícil endireita-lo.

Outra novidade deste Domingo, foi o Paulo F, ter trocado com o Futre a corrida atrás do prejuízo por ter falhado a partida, a única diferença foi nós esperar-mos por ele e nos outros Domingos obrigamos o Futre a correr atrás de nós.Okay chega.

O ano de 2010 está quase a terminar, por esta altura é comum uns mais outros menos, fazer uma retrospectiva dos acontecimentos mais marcantes ao longo do ano. Nós os Duros De Roer não fugimos à regra, por isso vamos lá relembrar o que foi este ano amalucado, com os protagonistas do costume :

– Comecemos pelo Filipe: no principio do ano adquiriu uma Trek rígida. Agora sempre que se apresenta aos treinos com esta zirinha e se põe em cima dela a pedalar e ao mesmo tempo a zicar p`ra frente e para trás, é o diabo para o pessoal o acompanhar. Ao longo do ano deu umas quantas biqueiradas em cães, gatos, portas, caixotes de lixo etc

Na escala da pancada é o Mourinho dos ddr`s. Pontuação máxima nota 10. É por isso que é o Chefe. Viva o Chefe canudo.

– O Xico, um senhôôôr, durante o ano fartou-se de subir os três montes “no mesmo dia”: Monte de Faro; Monte de S.Lourenço e Snra da Guia mas fartou-se depressa e então virou-se para S.Gonçalo. Foi dos poucos que raramente se apeou da sua burra KTM quando os trilhos eram íngremes. Foi imperdoável ter faltado este ano ao Caminho de Santiago. Nos treinos está sempre com fogo no rabo “vamos embora”. Está sempre com ela fisgada. É um perigo constante estar perto  dele quando se bebe ou come, as hipóteses de terminar incólume a refeição ou a bebida são escassas. Gosta de tocar ás campainhas das portas e fugir.

Também nota10 em pancada. É outro Mourinho dos ddr`s Viva o XIco. Vivaaaa

– Quem é que pode esquecer aquela perseguição das ovelhas atrás do Manel durante kms, nos trilhos da Maria da Fonte na Póvoa de Lanhoso? O Manel é incontornável no seio deste grupo. Como agora anda a estudar para injinheiiiro, raramente comparece nos treinos. É pena. Tem uma apetência por…curvas naionais e do estrangeiro. Gosta de levantar dois dedos de cada mão e dizer: “os ddr`s”.

Tem uma tara pancada boa, nota 8 porque falhou muitos treinos. Viva o Manel, vivaaaa

– Do Flávio pouco há a dizer este ano, só o vi equipado duas vezes: na ida a Fátima e Santiago de Compostela. Desde que faltou o seu amigo Lance, pois era a única pessoa que o fazia esfarrapar-se todo a pedalar, a partir daí perdeu motivação.

É capaz de fumar enquanto pedala, ai é, é. Também tem uma pancada razoável. Falhou muito, Nota 7. Apesar de tudo, viva o Flávio, vivaaaa

– O Tino andou os primeiros oito meses do ano a gozar a paisagem com a Cannondale azul. Na rota do presunto em Chaves foi a última vez que andou a pastar a vaca, depois impontou-a e comprou a Cannondale Flash 2. A partir daí deixou de apreciar as coisas boas da natureza e agora de flash a paisagem é só a roda do parceiro da frente.

É assertivo nas piadas. Passou férias na Madeira com o Milo. Não gosta de cerveja com álcool.

Tem uma pancada bem estimadinha. Nota 10 e viva o Tino, vivaaaa

– Cá temos o Milo, o rapaz mais despistado deste grupo. Este ano fez negócio com o Calheiros da bike seven das Marinhas, trocou a fiel Mondraker por uma KTM com quadro Myron “ já viste o peso do quadro? Isto é que é levezinha, só pesa 4 kg”. E pronto foi outro que passou a só apreciar a roda do parceiro da frente. O Milo foi a musa inspiradora do tão popular “sai de ciiiimaaa”. Tem alguma dificuldade em manter um par de luvas juntos. Passou férias na Madeira com o Tino.

Grande pancada, nota 10. Viva o Mailo, vivaaaa

– O Emílio Pinho, pertenceu aos primórdios dos ddr`s infelizmente por motivos de força maior é pouco activo no pedal, mas o bichinho dêdêrrista continua entranhado. Temos a certeza que se esforçasse mais um pouco comparecia de vez em quando aos treinos. Fica o desafio.

Não há quórum suficiente para o classificar  mas merece um Viva acalorado. Viva o Milo Pinho Vivaaa

– O Paulo Pinho ao contrário do irmão, tem pancada que chega para os dois e ainda sobra. Andou durante muito tempo com um ferro a servir de amortecedor. Não vai em modas de trocar de burra por uma mais levezinha. É fiel à sua Cannondale verde e branca. Sempre com a taxa arreganhada é o rosto da boa disposição dêdêrista. É um fervoroso seguidor da religião de Baco e especialista em provas gastronómicas. Nunca rejeita a carga. Custa a acreditar como foi enganada até Vila Punhe.

Incontestável, uma das grande pancadas. Nota 10 e viva O Paulo P. Vivaaaa

– Este ano o Rui foi pouco participativo com os ddr`s, por causa da toléria de andar com o outro grupo “os seicentimetros das descidas”, ele não sabe o que perde por ser assim, será que o vamos perder? É pena porque tem uma pancada porreira, e assim perde a oportunidade de a aperfeiçoar connosco. Nunca come equipado.     

Tem potencial para desenvolver uma pancada à maneira. Leva nota 7 e um pau. Viva o Ruizinho, vivaaaa

– O Berto, o Mourinho das descidas. Tem um fraquinho por cortar rotundas com a sua bike, ou antes, tinha, desde que atravessou a rotunda da Póvoa e os bicos de rega lhe estraçalhou o pneu da Scott, passou-lhe a pancada das rotundas mas continua com outras pancadas mas mais desarrumadas. Durante este ano treinou de c***.  Tem uma Scott bem artilhada e um bom karma. Desenrascou o Futre uma vez em Gemeses. Nos retratos, fica sempre com ar sério. Também gosta de dar pontapés nos cães e gatos.

Uma das melhores pancadas do grupo. Nota 10. Viva o Berto, vivaaaa

– O Ivo é um case study, como dizem os Ingleses, é um caso a ser estudado, este ano deixou todos de boca aberta com as suas performances, Chaves,Curvos,Rota dos Melões etc.etc. Uma coisa impensável há uns tempos atrás. Bateu várias vezes o record a subir os três montes: Cedovém, S.Lourenço e Snra da Guia. Quando lhe dá a pancada é capaz de treinar todos os dias, depois dá-lhe outra pancada e está tempos e tempos sem treinar. Depois do treino bebe duas garrafas de tisanas “Pleno”. Foi graças ao Ivo que vendi o tractor ao Tone o amigo dele de Nine.

Claro que tem pancada para nota 10. Viva o Ivo, vivaaaa

– O Mota portou-se muito bem este ano, ao contrário do pessoal que o abandonou em Nigrán. Todos nós estamos recordados, quando em Junho, num acto de coragem arriou as calções perante dezasseis gajos esfomeados e cansados e abaixado nos ofereceu o seu grande olho peludinho. Grande home, que nos deu animo para continuarmos até ao fim da jornada e tudo graças ao seu olho. Nos treinos é um descanso ouvi-lo assobiar enquanto pedala a sua KTM rasteirinha. Tem um humor refinado. Fica muito bonito com óculos.

Tem uma grande pancada. Nota 10. Viva o Mota, vivaaa

– Quem não se recorda da chegada do Futre na maratona Luso-Galaico? quando cortou a linha de chegada para espanto de todos os ddr`s que o julgavam na Córsega, com uma direta no pêlo, acabado de chegar a casa, só perdeu tempo a pegar na Ramson do Vírgilio da pedra (ainda teve que encher os pneus) e a toda a “brida” fez a maratona. Da maratona de Chaves, oitenta e tal kms à campeão. O Futre é  o Mourinho da tenacidade, antes quebrar que torcer. Tem um carinho enorme pela sua Mondraker. Um carisma altíssimo para contar histórias e as histórias com o seu amigo Marmelada são únicas. Gosta de saborear um bom produto dos alambiques e  de comer um egg.

Uma das grandes pancadas deste grupo. Nota 10 mas merecia 11. Viva o Futre o mais duro dos duros, vivaaaa

– Narciso: com este não vale a pena perder tempo…adiante!!!

– O Paulo Fernandes trocou várias vezes as peças da sua bike por umas mais levezinhas e continua a trocar e assim vai continuar até perder umas gramazitas a mais. Na maratona de Chaves a coisa não correu tão bem como esperava, foi a gota de água e no dia seguinte trocou a Scott pela rígida Cannondale Flash1. Anda de c***. Um grande atleta. Durante o ano travou um duelo persistente com o Nélson. É o janota do grupo. É compenetrado naquilo que faz mas mesmo assim não deixa de ter pancada.

Nota 10. Viva o Paulo F, vivaaaaa

– Este ano o Nélson notabilizou-se pelos treinos intensíssimos, a certa altura chegaram a ser quase diários com uma fome desmesurada pelos montes, sempre com o intuito…”de perder peso”, como se nós acreditássemos. Andou muito tempo picado com o Paulo F,  o seu “inimigo” de estimação nas provas a doer. Ficou célebre aquela espera na meta pelo Paulo F na maratona dos 5 Cumes, quando este já se encontrava a caminho de casa. Interiorizou na perfeição o espírito apancadado dêdêrriano. É pontual. Foi um Senhor em Ramallosa-Dolce-Vita-Maria. Gosta de gozar o people a pedalar com o: “andas de c***”. Comprou um par de pneus ao Tino e gosta do bacalhau do Mota.

Tem uma pancada a fugir para pancadona. Nota 10. Viva o Nélson, vivaaaa

– O Carlos passou o ano com muitos problemas, que já foram aqui explanados, mas vamos relembra-los: O tendão nos Caminhos de Santiago; os donuts estragados ao pequeno-almoço; depois das férias em França ficou doente; o efeito de estufa que as castanhas lhe provocaram acima do normal; as caipirinhas que arrebentaram com ele e não o deixaram dar o litro nos treinos e a gripalhada no Natal. Bolas,bolas,bolas só falta cair de costas e partir o…..Usa gel no cabelo. É adepto do Jorge do IPO e gosta de frequentar a feira da Estela.

Tem pancada tem e não é pouca. Nota 9,  porque não vem aos treinos à quinta e Viva o Carlos vivaaaa

– O Adélio, que infelizmente a partir de Agosto pp, foi treinar p`ra Alemanha, mas antes cumpriu mais ou menos com os treinos oficiais da lei. Ah,ah, pensas-te que escapas-te de trazer para aqui aquela cena deprimente quando no reabastecimento da maratona da Póvoa de Lanhoso te empanturras-te com croissants e depois logo a seguir os mandas-te pela goela fora, colorindo de amarelo os trilhos por onde ias passando? Pensas-te mal porque já deves saber que este grupo escalpeliza todas os maleitas na praça pública. O Adélio é um gajo porreiro, basta morar na rua do Cruzeiro.

Também tem pancada. Nota 8 e viva o …Alemão, vivaaaa

– O Hélder que meia volta regressa dos Angola, este ano treinou na Snra do Minho em Janeiro; depois outra vez na Snra do Minho em Agosto; na Quinta até Aver-O-Mar; No Domingo treinou horizontalmente e por aí fora. Está cá pouco tempo mas como vêem treina de c***. Este gajo  tem uma boa pancada, mas muito desarrumada. Por uma questão de coerência: Nota 8 e viva o Marinheiro.

– Quanto ao Virgílio este ano foi à Snra do Minho em Agosto. Este é que tem uma pedrada pancada do caraças mas infelizmente dedica o tempo todo do ano à pedras da Córsega. Tem uma maneira peculiar de arrancar dentes: com a sua Ramson desce inclinado para a frente uns degrauzitos aterra nos paralelos e olálá menos dois dentes.

Também por uma questão de coerência: Nota 8

– Para terminar deixamos aqui uma saudação especial para aqueles que partilharam connosco algumas aventuras ao longo do ano: Alexandre; João Zão; Lima; Vitor; Leandro; João; Ruben; Ricardo; Durães; Nuno Peixoto e X-par. A todos um grande Vivaaaaa 

E pronto este ano está quase a terminar, agradecemos a todos os que se dignaram comentar e colaborar com este blogue, foram muitos os comentários… educatiiiivos

Ao longo do ano fomos expondo aqui neste espaço, o mais fiel possível  todas as nossas vivências, tentamos fazer o melhor de maneira que aqueles que estão longe e não só, saibam o que se passa connosco que apesar de tudo, continuamos a resistir a todas as crises, fomos todos muitos aplicadinhos daí as notas elevadas atribuidas a todos, não é por acaso que somos, DUROS DE ROER.

O que foi dito acima só reforçou a ideia de que este grupo é um caso perdido e que as hipóteses de cura são quase nulas.

Não vamos chorar porque já terminou, vamos sorrir porque aconteceu

Bike Team BTTAPÚLIA “Duros De Roer”

3 comentários leave one →
  1. mota permalink
    Quinta-feira, Dezembro 30, 2010 3:31

    Nota 1o tambem para o Narciso (conhecido por Maurício, por alguns)…pois só ele para fazer renascer nas cinzas o nosso blog e relatar de forma tão fabulástica as nossas aventuras.
    «Ganda maluco» e duro como o c ****Narciso…Nota 10…Viva o Narciso vivaaaaaaa

    Gostar

  2. carlos permalink
    Quinta-feira, Dezembro 30, 2010 20:02

    concordo com o mota!mas eu dou nota 20 para o narciso por tudo o k ele faz e diz no blog e tambem por ser um grande amigo!um grande ddr em cima da sua burra mas tambem a escrever as grandes aventuras dos ddr!viva o narciso!viva viva viva viva!:) agora para acabar é desejar a todos os ddr um ano de 2011 cheio de coisas muito boas!abraços!

    Gostar

  3. Nuno Peixoto permalink
    Segunda-feira, Janeiro 3, 2011 10:41

    Da minha parte nota máxima a todo o grupo DDR, pelo seu espírito de Camaradagem e Amizade que eu tão aprecio nos passeios de Bike na Apúlia.
    Um Bem-haja a todos e um Bom Ano 2011 com muitas pedalas,
    Nuno Peixoto

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: