Skip to content

Treino inglório

Segunda-feira, Janeiro 21, 2013

Treino inglório

Saí de casa bem apetrechado para o mau tempo: calças compridas com um buraco no joelho, fruto do ultimo mallhanço; camisola térmica; jersey do luso galaico de há quatro anos, para poupar o jersey oficial ddr tambem bastante maltratada da trambolharia; casaco, este sim, o oficial; corta-vento; capacete; luvas novinhas em folha e, aí vou eu direto ao Rafas, o ponto de reunião para o treino habitual de domingo que, a fazer fé no Windguru, não prognosticava nada de bom para dali a pouco, pois  haveria chuva e vento com fartura, mas quem se importava com isso, desde que não chovesse na hora da partida. Afinal seria só água e ar

 Para minha surpresa  fui o “primeiro” a chegar aquela hora, que não é nada habitual. Enquanto beberricava o café ia dando (e limpando), a vista pela J, algumas pessoas, sentadas observavam curiosas a minha pessoa com o capacete enfiado na cabeça, compenetrado com o material da revista, sabe-se lá a pensar o quê

Ao balcão o amigo “Bisconde”, dizia-me: “vós sois malucos… com este tempo…” – e continuava a falar no plural, como se ali estivesse mais ddr`s  além de mim.

Ao fim de quinze minutos, comecei a cogitar com as minhas luvas novinhas em folha – não deve aparecer mais ninguém do grupo das 26´- e fiz uma sinopse dos retardatários que ainda poderiam aparecer, com a arcaicas rodas 26: – o Milo deve ter ido à caça; – o Bruno não veio a casa este fim de semana; – o César foi vergar a mola para o estrangeiro; – o Mota tem mais que fazer ao domingo;- o Futre não é certo, se lhe der na moina vai jogar à bola;- O P Pinho às vezes aparece; – o Manel só quando o rei faz anos; – o Ivo anda desaparecido. Os outros pertencem ao grupo dos galáticos 27,5´ e 29´, andam comó caralho – não quero nada com eles, vou pôr-me a mexer  

Paguei o café e sai, resignado a ter  que enfrentar sozinho as agruras do tempo com ar enfarruscado a começar a deixar cair umas pinguitas, “vai ser um treino lixado”, pensei, “que se foda” e montei a burra sem rumo definido virado a Cedovem, foi quando me apercebi que a roda da frente estava em baixo, como ia fazer estrada, resolvi passar por casa para atesta-la e virei pela rua do Facho.

 Quando estava prestes a voltar à estrada, a chuva tinha engrossado, hesitei se devia continuar naquelas condições e, mais uma vez – “que se foda, vamos embora jolly” e arranquei.

Ao passar em frente do Tone da Tina, grande estrondo: o pneu da frente onde há pouco estivera a meter ar rebentou espirrando liquido/gel branco .  Pronto, o treino que mal começara, tinha acabado, não havia nada a fazer senão regressar. Agarrei na mula pelas orelhas e com a pata da frente levantada, regressei a penantes, recriminando-me por ter bufado demais p´ra dentro do pneu inocente. Cheguei a casa acabrunhado por ter terminado o treino de forma inglória, a minha consorte ao ver-me com a jolly nos braços,  ficou radiante e, com ar vingativo disse: “foi muito bem feito, por teres saído de casa com este tempo”

Agora passado umas horas, tirando aquela coisa da minha consorte me “azucrinar” o juízo e que podia ter ficado engripado, até não foi mau, aprendi a melhor maneira de meter um pneu ao sítio com pouco gel e água e a ter cuidado com as indigestas barrigadas de ar

Enchi o pneu ao meio-dia e até agora 10 da noite ainda não esvaziou. Sou um Siinhor

Aqui se publica a lista final do campeonato da cambalhota do ano passado e, parece-me que mais uma vez vai ser…como das outras vezes, os vencedores não vão cumprir com o que ficou estabelecido:

Final 2012

Já passaram dois meses da Descida ao Sarrabulho, mas este vídeo cinco estrelas muito bem realizado pelo Chico, continua atual: 

7 comentários leave one →
  1. Bruno permalink
    Terça-feira, Janeiro 22, 2013 16:19

    ka ka ka ka ka muito bom Narciso.
    Grande abraço
    Bruno Fão

    Gostar

  2. Francisco permalink
    Terça-feira, Janeiro 22, 2013 18:27

    Até pensas que enganas algum DDR com as tuas estórias( e nao historias) muito bem contadas.
    Pois no domingo apareceram muitos DDR`s no Rafas para andar.

    Gostar

  3. Milo permalink
    Terça-feira, Janeiro 22, 2013 19:34

    Ainda ligamos ao Narciso para tentar saber se ele vinha ou não,mas o camone estava era bem enroladinho sob os cobertores, e nós a desviar troncos e pinheiros da rota das masseiras o que nos valeu foi o Nelson que mais parecia o Super homem, sózinho retirava ganos enormes do caminho sem a ajuda de ninguem.He..!he..!

    Gostar

  4. Terça-feira, Janeiro 22, 2013 23:04

    (Deve ser lido com o sotaque do cigano do Balas e Bolinhos) Oh, boyyyyys…então é estória? Mas garanto-vos que apesar de ter chegado tarde, o material da “J” que em tempos pertenceu ao Ronaldo – o da bola – era mesmo bom e estava direitinho como vós o deixas-te e, já se passaram dois dias e meio e o pneu da burra jolly ainda se mantem cheiinho…quem é que percebe de tubless, quem é boyyyy?

    Gostar

  5. Mota permalink
    Quarta-feira, Janeiro 23, 2013 17:01

    E eu na ponte á vossa espera…camada de pinceleiros!!!

    Gostar

  6. Milo permalink
    Quarta-feira, Janeiro 23, 2013 19:36

    Narciso o Mota quer musica, ele esqueceu-se que nós passamos no café dele e a Ester nos disse que ele ainda dormia.
    De castigo e como agora és ginecologista de bykes, quando a dele avariar deixa-a pior do que estáva.

    Gostar

    • Duros De Roer permalink
      Quinta-feira, Janeiro 24, 2013 19:26

      Yha, boyyy, o miúdo quer brincadeira

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: