Skip to content

Bikes & Bikes

Segunda-feira, Abril 15, 2013

Bikes & Bikes

Divididos por bikes com rodas 29”(a maioria), seguido pelas 26”, com duas 27,5” a intrometerem-se, assim foi constituído o grupo dos doze ddr`s que pedalaram pelos lados de Vila Chã, Forjães, Antas pela azenha do Minante, aqui, foi por pouco que não abrimos a época do mergulho, ficamo-nos pelas fotos em grupo – desalinhados comó costume – e, sob o comando do ditador GPS continuamos o trabalho de prospeção trilheira do LG – os ddr`s deixam aqui um conselho para quem está relutante se deve ou não participar nesta carismática prova de btt Luso-Galaico: participem porque os trilhos são um espetáculo

Depois de atravessar o rio por duas vezes, iniciamos o regresso à base, pela beira-mar, mandando às urtigas o trilho que o ditador nos queria impor. Estava concluído mais um treino ddr, de 54kms relativamente calmos, que o Diogo aproveitou para recuperar do esforço de sábado. Como sempre, divertimo-nos e apesar do fim-de-semana de sol, ainda não foi suficiente para absorver a muita água caída da chuva nos últimos meses, que deixou os caminhos encharcados e em mau estado, sobretudo nos trilhos dos pinhais. Vai ser necessários mais dias de sol para que as burras deixem de ser obrigadas a chafurdar na lama

O Milo e o Paulo, apanhados na azenha do Minante

Talvez as notas mais relevantes de hoje, tenham sido o Futre e o Nelson, deitarem-se de lado com as burras, o que até se compreende dado a elevada estima que os dois nutrem um pelo outro e depois, termos perdido o Pedro, ou ele de nós, porque desde o início só tinha olhinhos para a sua nova burra 29”, concentrado a explora-la ao máximo, alheado de tudo o mais que o rodeava, quando se contornou estava sozinho, como nos contou mais tarde, depois de ter estado à nossa espera em Fão, ao contrário do Mota que desta vez não esperou por nós. Portanto foi mais um treino normal, porque o anormal para os padrões dêdêrrianos, seria ninguém se perder, ou não deixar ninguém para trás.

Já que temos estado a falar em bikes, sabiam que vem aí novas bikes que vão tornar obsoletas as atuais de carbono?

Pois é, brevemente vamos ter no mercado, ultra leves e baratas, bicicletas de cartão reciclado, amigas do ambiente, que um designer israelita, o Snr. Izhar Gafni, entusiasta deste meio de transporte, concebeu, depois de meia dúzia de anos de frustração em frustração com muitos testes e falhanços e anos a ouvir risos, mas a verdade é que depois de testar vários protótipos, concebeu uma bicicleta com uma camada de material orgânico, tornando-a à prova de água e fogo, testando a durabilidade e resistência do cartão, colocando partes da bicicleta debaixo de água durante meses

Diz o Snr Gafni, que apesar de parecer frágil, a estrutura do cartão é mais forte que fibra de carbono, capaz de aguentar pesos até 220kgs.

E continua: “não existirá sinais de que seja de cartão, graças a um revestimento de uma camada branca e castanha que se assemelhará a plástico”, mas tudo será revelado à medida que a empresa que apostou na invenção e a sua parceira de negócios, entrarem no mercado, previsto ainda para este ano. Para já vão ser fabricados vários modelos de bicicletas urbanas e logo depois será alargado o fabrico a bicicletas de desporto

E termina: “ vai ser uma grande revolução no mundo das bicicletas, porque além de ser amiga do ambiente é extremamente barata”

Vou já falar com o Hugo Rocha da Propedal, p`ra ser o primeiro da lista de encomendas, que por certo vai ser enorme. Quero ser o primeiro a ter uma… uma não; como são muito baratas, quero uma dúzia de bicicletas de cartão reciclado, levezinhas, para descer qualquer declive a voar, eu que já tenho larga experiência de voo com a minha jolly, como ainda à pouco tempo ficou demonstrado no Portela 8

Os doze ddr`s:

Filipe, Milo Pinho, Berto, Ivo, Milo, Futre, Narciso, Paulo Fernandes, Nelson, Diogo, Seara e Pedro

O Snr Izhar Gafni e a sua pasteboard bike

2 comentários leave one →
  1. Nelson permalink
    Terça-feira, Abril 16, 2013 8:21

    Continuo a achar que és um talento perdido no jornalismo…mas o que quero mesmo é referir algo que te esqueceste, talvez para ti nao tenha importancia ou seja relativa…mas a verdade é que a roda 29 que falaste do nosso amigo Pedro é nem mais nem menos uma… Cube, que como bem sabes é uma especie de bike que nao se dá com qualquer um 🙂

    Gostar

  2. Ivo permalink
    Quinta-feira, Abril 18, 2013 17:54

    narciso nao te esqueças de colocar a minha foto com a burra as costa 🙂

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: