Skip to content

Só porque estamos na época do Natal…

Segunda-feira, Dezembro 16, 2013

ATENÇÃO DDR`S!

AMANHÃ DIA 22, O TREINO É NO “RAFAS” ÀS 09H00

VI Passeio de Pais Natal

Só porque estamos na época do Natal…

Parece que, algumas pessoas não apreciaram o título da última crónica. Considerou-o rasca, sem-vergonha. Agora não há nada a fazer, palavra dita, não volta atrás, talvez devesse ter optado antes pelo: “fica-se nas horas do c****, quando se falha um treino”. Paciência almas sensíveis, prometo que hoje, só porque estamos  todos imbuídos no espírito de Natal, vou substituir essa palavra que achais ignominiosa e que tanto jeito me faria nesta cronica, mas aviso já que continuo a gostar da expressão utilizada, acho uma palavra linda, inocente, muito útil nos tempos que correm para exprimir o que nos vai na alma, com boa fonética, há quem a considere exclusiva da trolhice, nada mais errado, então se todos os dias somos fo…perdão, lixados(eu prometi), com o aumento dos impostos e com a esperança de que não sejamos os próximos a ir para o olho da rua, em consequência da desculpa da tal reestruturação da empresa, que nos tinha garantido emprego para toda a vida. Portanto, fo…perdão, lixado, é uma palavra que além de exprimir o estado de alma do povo, é utilizada por todas as classes, um substantivo polivalente, tipo multiusos. Quando nos metemos em encrencas e depois não arranjamos maneira para sair delas, o que é que dizemos? “Estou fod…”. Depois também serve para elogiarmos o feito atrevido de algum meia-tigela, quando desafia os limites do razoável. Apesar de simples, acaba por ser uma palavra nobre e só as mentes perversas é que a considera indecente e rasca e a confunde com lascívia.

Há pouco tempo, num almoço convívio, em que também esteve presente um capelão (padre), que com o prato dos croquetes e rissóis na mão, num circulo de amigos, barafustava indignado, contra as finanças que o intimaram a pagar o selo do carro de há uns anos atrás, ou a apresentar prova de que tal foi pago. Depois de largos minutos a desabafar sobre o caso, terminou a confidenciar para o parceiro do lado: “ …e agora estou fo****, porque não tenho provas e vou ter de pagar”. Estão a ver como esta palavra é util? Até ao Sr prior…

Mas hoje quem ficou fo…lixados, foram dois distintos ddr`s: primeiro foi o Tozé, que pouco depois de darmos inicio ao ataque para mais um treino que, pela qualidade dos artistas prometia ser apurado, teve de dar meia volta à burra rolls royce, frustrando-a de mais um teste e voltou ao ponto de partida para preparar um caixote onde se deposita as pessoas, em posição horizontal quando deixam de funcionar.

Quanto ao outro que também ficou, ou antes tem andado fo…lixado (eu prometi), por dormir mal e já explico porquê, é o nosso grande guerreiro Martinho, senhor-dos-montes e das barragens do Gerês e agora chefe de família que prepara biberões de leite como ninguém, que o diga o Martinhinhosinho de dois meses, que não tem problemas a acorda-lo a qualquer hora da noite, pouco se importando com a coça que depois o velho irá levar quando for  p´ro monte derreado por ter dormido às pinguinhas, como aconteceu hoje.

O Martinho regressou; o Futre regressou ainda sem a sua velha amiga  Mondraker, a contas com a mazela, depois daquela metamorfose a rígida, lembram-se?

De resto foi bom saber que o castigo do Berto terminou na ultima quinta-feira e regressou com toda a sua pujança, determinado a recuperar o tempo perdido e o Rui com a sua nova coqueluche de ultima geração, também regressou e estes regressos foram uma boa notícia para o grupo e agora ficamos a aguardar o regresso por estes dias dos nossos imigrantes: Helder, Carlos e Cesar

Quanto ao treino, foi como previsto no início: virado para os trilhos técnicos, um dos quais vizinho do célebre trilho quebra-ossos, o kamikaze, de má memória para um dos nossos amigos dos “Diabos da Tasmânia” e vai daqui um abraço para eles. Já há anos que não era utilizado cá pela seita. Mas teve de ser para saciar os apetites devoradores da downhilleira INTENSE 275 do Rui, que só ficou satisfeita ao fim de descer várias vezes por ele. O outro mais acessível, o da Snra da Guia, primeiro foi feito a subir com as burras às costas e depois com todos a aplicarem-se na descida, para não cair. Mais umas passagens e este trilho será feito de olhos fechados eh, eh.

Terminamos do café Sport em Fão, com a banda de musica dos bombeiros a receber-nos. Desta vez o Mota exagerou, não era preciso tanto.

Os ddr`s: Filipe, Chico, Emílio Santos, Rui, Milo, Futre, Narciso, Tozé, Seara e Martinho

Algumas fotos de hoje e 34 segundos de vídeo:

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: