Skip to content

Com as road bikes

Domingo, Julho 20, 2014

Com as road bikes

Não sei se foi por estar a aproximar-se a data (30julho), da volta a Portugal em bicicleta, ou a decorrer o Tour de França, ou o chefe ter as cinco bikes avariadas, perdão: quatro, a KTM amarela de 18kg por enquanto ainda se segura de pé, que na quinta pp ficou combinado hoje treinarmos com as bikes de estrada, de “rodas fininhas”, como alguém comentou no John em Criaz, no fim do treino.
Fosse qual fosse a influência, ou simplesmente porque decidimos que hoje seria assim para desenjoar um pouco do monte, o certo é que, com o dia a ajudar, o ar fresco e sem vento, fizemos um belíssimo treino de 85kms e no fim ainda sobrou tempo para convivermos com alguns elementos dos X-par, do qual tivemos a oportunidade de felicitar o novíssimo campeão nacional de Team Relay (revezamento por equipas em btt, de júnior, sub 23, elite e feminina), CELESTINO FARIA, equipado com a nova camisola de listas da côr da bandeira nacional que brilhantemente conquistou no passado domingo na Povoa de Lanhoso. Parabens Celestino, o titulo de campeão fica-te muito bem e parabens a toda a equipa.

E também sobrou tempo para o Milo preparar a logistíca com outra equipa para na parte de tarde fazer o percurso em btt da famosa rota das Sombras no Gerês, que se realiza todos os anos em Fevereiro. Esperamos que nos conte como decorreu a parte 2.

Todos os que gostam de ciclismo e mesmo os que nem por isso, seguem mais ou menos com interesse o desempenho dos ciclistas portugueses na volta à França, sobretudo o grande Rui Costa que, este ano com dificuldades acrescidas, como é do conhecimento publico por causa da bronquite que o tem tramado e que ao que parece, começou na tal etapa imprópria para consumo (ai o que se diria se fosse em Portugal), de 130kms dos quais 60kms em pavé (paralelos) pouco digestivos para as rodas fininhas e com muita chuva e variações de temperatura. Houve muitas quedas e abandonos como era de esperar e basta ver o historial com mais de cem anos para perceber que a volta à França é uma prova de resistência a todas adversidades sobretudo físicas e psicológicas. Em jeito de comparação vejam o piso e as dificuldades de há 80 anos e de agora:

A pedido para quem gostaria de ver, aqui fica o video sobre Rui Costa, que a RTP1 transmitiu ontem. Vejam em ecrã grande:

http://www.rtp.pt/play/p1516/e160954/linha-da-frente

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: