Skip to content

Nostalgia

Segunda-feira, Maio 18, 2015

Nostalgia

O bando a chegar ao fim rua era pequeno, no meio sobressaía um pedalante vestido de desigual, com uma jersey de côr esbranquiçada, qual abelha maia, a da fabula, protegido por quatro abelhudos de amarelo. Talvez fizesse parte do bando ou seria algum novato corajoso que acordou cedo com o ensejo de se juntar ao maralhal para ver como era. Identificar um pedalante diferente pelas costas nem sempre é fácil. Nos escassos segundos do eco da conversa, deu para perceber que o treino pode não ter sido produtivo mas foi animado, como de resto o são todos. Com o dia quente e sem nortada, quase daria para apostar que o bando andou lá para os lados da azenha do Minante, ou Merilvixlandia, ou talvez em Perelhalvixlandia, locais de culto dos ddr para as chafurdices revigorantes a meio do treino, sobretudo no verão e tambem quando a maluqueira aperta no inverno. «fssssst …tau, tau», com esta imitação galhofeira de foguete chinês, o Tozé chamava a atenção do povo, interrompendo-lhe o almoço, a avisar que a jornada dêdêrriana do dia, tinha sido concluida com êxito. Por ser tarde, 13h25, alguém iria comer o arroz melado. Depois o grupo desintegrou-se, provavelmente começou a desintegrar-se mais cedo, no Controverso ou no Sun7, dois poisos de referência no fim da pedalação e, agora os quatro, ou cinco – se considerarmos que o de camisola esbranquiçada fazia parte do grupo -, estavam prestes a desaparecer numa questão de segundos. O Filipe foi o primeiro a abandonar, voltando à esquerda p`ro beco e cem metros depois, no cruzamento, o Futre e o Solinho, viraram p`ra direita e a abelha maia de jersey esbranquiçada (quem seria?), em sentido oposto p`ra esquerda, por último o Tozé prosseguiu em frente até desaparecer da vista. Sem mais, com a nostalgia desperta, dececionado, voltei p`ra dentro de casa, fechei a porta da sacada e fui acabar o almoço, seriamente ameaçado pelo gato.

3 comentários leave one →
  1. Milo permalink
    Terça-feira, Maio 19, 2015 7:49

    Kkkk….! Com que então Abelha Maia, já me chamaram de tudo por isso é mais um que fica. Narciso não posso andar com camisola dos DDR, depois de três semanas parado fazer um treino de estrada e com a bike de btt a andar a 15 á hora, com todo aquele pessoal a passar por mim e a dizer vamos lá amigo, e eu a dizer hoje não posso.Com a camisola dos DDR, eles iam pensar que ainda não tinha ido à cama.Por enquanto com os DDR, só para beber um copo no fim do treino.

    Gostar

    • Terça-feira, Maio 19, 2015 21:10

      Afinal não era nenhuma abelhinha extraviada e incipiente de ferrão mole. Era um abelhão de ferrão afiado capaz de fazer mossa ao mais valente dos picadores.Grande Mailo que bem me enganas-te por julgar-te ainda nos estaleiros. Quanto ao jersey, foi bem vista a perspetiva. Feliz regresso Milo e rapida recuperação a 100%.

      Gostar

  2. Francisco permalink
    Quinta-feira, Maio 21, 2015 14:45

    É sempre bom ver e saber que o nosso Mailo anda de Bike. O nosso picador de serviço tem sempre de estar em forma . Boas pedaladas Mailo e rápidas melhoras, e já agora não adormeças em cima da Bike heheh grande abraço.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: