Skip to content

Ultimo domingo do ano

Segunda-feira, Dezembro 28, 2015

1.Ultimo domingo do ano, muita agitação pelo litoral, não do mar porque esse estava calmo e haveria de continuar assim o resto do dia, mas de pessoas, muitas, a beneficiar dos bons ares d`Apulia, quiçá a recuperar das tradicionais turbulências gastronómicas a que ninguém escapa nesta quadra, a ganhar folgo para novo embate mais pesadão que será daqui a quatro dias, para receber condignamente o novo ano au point, ao som de gritos etilicamente alegres, do barulho ensurdecedor das girândolas pirotécnicas e das rolhas repuxadas a saltar das garrafas de espumantes a saudar 2016 e os desejos, sempre os desejos de paz, de juras de amor eterno, de muito dinheiro, de saúde, de amizade e os desejos continuarão no dia seguinte decididos a concretiza-los, porque desta vez é que é, ano novo, vida nova, enquanto se dá a voltinha retemperadora pela beira litoral sob o efeito da ressaca. Viva o novo ano!

2.A primeira leva de ddr – se considerarmos que as 8h30 de um domingo é cedo -, começaram cedo a mourejar por trilhos, montes, vales, pinhais e tudo o mais por onde será possível a passagem de milhares de bikes de todas as cores e feitios, daqui a quatro meses, sem serem molestadas em demasia.

Definiram-se partes do percurso e memorizaram-se pontos nevrálgicos onde é preciso ter mais atenção, outras troços ficaram a aguardar melhor solução para em definitivo estabelecer as coordenadas do GPS do que será o percurso do 14ºLuso Galaico a realizar em 24 abril de 2016, que terá para quem não sabe, novidades espectaculares, é só estar atentos.

Em menor numero, a segunda leva de ddr, começou meia hora depois. Andaram a  farejar por outros caminhos mais a norte e, ao contrário do primeiro grupo que estiveram à beira de um ataque de nervos com as galhadas irritantes a bater na cara, ao ponto de ter feito saltar os capacetes a dois ddr conceituados, fizeram um percurso calmo, não obstante terem por diversas vezes sido recebidos por matilhas a guardar cavalos mas, pouco amistosas com as burras e de matilhas menos hostis dos caçadores que em grande numero pululavam um pouco por todo o lado, talvez por ser o ultimo dia de caça.

Revisitamos locais há muito esquecidos, surpreendemo-nos com o surgimento de novas paisagens, provocadas pelo desbaste impiedoso de grande numero de árvores, sobretudo pinhais cortados a eito.

Descemos, entre outros, por um estradão até Perelhavixlandia, nesta altura mais aguada que no verão, como é óbvio, e continuamos ao sabor da vontade, a ouvir os passarinhos que a natureza logrou, confundindo-os com a temperatura amena de que a primavera está aí à porta.

E sempre em toada firme qb terminamos por um trilho maltratado a cheirar a bosta por todos os lados, o que atesta que estes ddr fizeram um trilho muito ecológico.

3.Outros ddr, estiveram – e estão, nomeadamente o Emílio Santos -, envolvidos com o ressurgido Grupo Desportivo de Apulia, nos jogos que se realizaram durante a tarde. Esta nova direcção por todo o esforço que tem feito para renascer o GDA, merece todo o nosso respeito. Pela nossa parte podem contar com a nossa solidariedade.

 

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: