INFO DDR

Ao contrário das previsões meteorológicas, o dia esteve bom e os ddr aproveitaram-no ao máximo para desportivar, a correr e a pedalar. Assim:

O Milo, o Mailo, juntamente com o amigo Rui Vinhas  e as lebres do Apulia a Correr, Francisco Gomes e Paulo Filipeforam fazer o trail do Guerreiro em Cabeceiras de Basto e pelo feedback e ainda sem tempos, acreditamos que foi uma jornada magnifica.

A equipa dos Almeidas Arsénio e Filipe, foram correr a maratona em atletismo estafetas, para o Gerês e tambem acreditamos que se divertiram ao máximo.

O Martinho foi fazer sozinho (que raio lhe passou pela cabeça?), um treino puxadissimo de… 18kms, não sabemos se teve alguma subidita, mas pelo tempo (2 horas), deve ter tido, daquelas duras do género de Cedovem.

E os seis durosderoer, Filipe, Emílio Santos, Narciso, Seara, Solinho e Cunha, que se dignaram mostrar mais uma vez que não foram feitos para tocar à…à…à…à scovia? Calmamente treparam até Vila Chá e depois continuaram seguros até ao alto do monte de Belinho, e, aqui, foi inevitável, não resistiram ao apelo downhilleiro e desceram pelo trilho radical, redescoberto recentemente pelos tambem traialistas Tozé e Seara e, a brincadeira  depois da descarga de adrenalina, continuou pelas margens do rio Neiva até Antas e, pelo litoral no regresso à base, encontramos  Marco compenetrado a correr, via Ofir Apulia com os hedphones enfiados nos ouvidos. Fica aqui um cheirinho do principio do inclinado trilho em Belinho

PS: boa sorte para o Tino, que neste momento se encontra em Paris, para dar um orçamento para pintar a torre Eiffel. Se ganhar o concurso, e tudo indica que sim, vai convidar os ddr para o ajudar, porque pintar tanto ferro sozinho, vai ser um bocado difícil. Conta connosco Tino