Skip to content

O dia de S.Miguel

Domingo, Janeiro 15, 2017

De estatura meã, de barbicha e bigode bem cuidados, entroncado, duro como o aço, com muitos kms feitos em bicicleta do pixe, centenas? Milhares? qualquer coisa assim.  Apresentou-se equipado de tons pretos a condizer com a bike do monte, burra que outrora fez furor, mas a glória, como tudo na vida, é efémera e com o passar dos anos tornou-se menos eficiente em comparação com a evolução das novas espécies de grandalhonas que pululam por aí.

Tirando aquele domingo da Figueira da Foz até Fátima, pelo pixe, hoje pedalou connosco a sério, pela primeira vez.

Depois da ponte de Fão, deixou cair o bidon da ferramenta, mais à frente em Gandra, gritou alto e bom som alguns impropérios escabrosos para afugentar os diabinhos que com os tridentes lhe picavam o espírito, dizemos nós, ou para se fazer ouvir,  para se afirmar no grupo dos 12 que entretanto passou a 11 – um indómito ddr, foi chamado ao serviço e teve de dar meia volta e regressar à origem, nobless oblige -, ao longo das dezenas de kms pelo meio dos pinhais, guiados por onde a nossa intuição nos levou, aliás um pouco desafinada, continuou a gritar com a sua voz tonitroante,  sabe-se lá porquê, por lhe doer a alma, ou seria por o estômago estar vazio há mais 12 horas? Uma façanha nada recomendável e perigosa,  que estamos certos não se repetirá, agravada sem uma gota de água. A certa altura furou uma roda da burra, macaqueou com a cena. Em Creixomil andamos desnorteados por terra queimada e acompanhou-nos sempre sem queixumes, pelo menos ninguém o ouviu queixar-se, ou ouviu? Fizemos-lhe a vontade com meia duzia de subiditas e não o satisfizemos mais porque não houve tempo. Ao fim de 46kms bem conseguidos, aterrou connosco no sítio do costume, no Controverso.

Ha, estivemos a falar do Miguel, para os mais distraídos, lembram-se daquele rapaz garboso, que se mandou para o chão na ponte de D.Luís no Porto e por lá ficou perdido  até dar-mos pela sua falta ao fim de 13 kms? Esse mesmo o grande Miguel, que daqui a nada ninguém o segurará, vai uma aposta?

2. Parabens ao Tozé, que ontem participou em Esposende na Corrida de Ano Novo. Entre 800 que terminaram a corrida, ficou em 61º na classe e 130º da geral, com o tempo de 00:42:47

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: