Skip to content

Corre, corre, corre…

Domingo, Julho 2, 2017

O chefe deu cabo da transmissão e, em consequência desta bendita avaria, a subida fodida até aos depósitos das águas em Mariz (?) foi cancelada. Como diz a sabedoria do povo, há males que vem por bem, e este foi um deles. Com a burra cambalida,  não podia obriga-la a tamanho esforço e, vai daí, solidários com o chefe, afinal chefe é chefe, toda a rafeirada deu meia volta às alimárias e, por caminhos mais ao jeito para não estrelouçar muito a cassete, viramos a agulha para Esposende. O chefe, a toque de caixa com a vara do Solinho pela ilharga, zicava a roda do pedaleiro em alta rotação, furioso, na única mudança em condições.

Quando aterramos em Esposende, vinte para o meio-dia, estava a decorrer a VI edição de triatlo de Esposende, para taça de Portugal, com os melhores triatlistas do país,  anunciava o speaker . Por lá nos demoramos, ao pé do rio em frente à marina, a ver os atletas a sair da água e a correr com as burras, um espetáculo e, no fim aprendemos, através duma respeitavel senhora, ferrenha sportinguista, como se incentiva os atletas de triatlo a mexerem-se sem olhar à cor das camisolas, ora vejam:

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: