Trailisses

Pronto, o Trail de Esposende que ontem se realizou sob o mote da idade média, pelas arribas do concelho entre Vila Chã e Esposende, já pertence à historia, é tudo tão efémero. P`ra hoje ficou a vista de olhos pelas redes sociais para admirar a mascara do esforço do atleta nas fotos e confirmar se a classificação está mesmo certa e de desacordo com o ego.  Ora os ddr, também andaram a Trailear, desta vez saimos da zona de conforto, deixamos as burras em casa – só dois deram ao pedal por…necessidade – e, se duvidas houvesse de que somos um grupo versátil, aquilo que na gíria popular se diz, pau para toda a obra, ontem ficou demonstrado a polivalência do grupo no campo de batalha da Sra da Paz, lugar aprazível com uma paisagem fabulosa, cativo dos ddr todos os anos desde a primeiro Trail.

Então foi assim: quatro foram correr o Trail, um foi empossado com uma máquina fotográfica e nomeado um dos fotografo oficiais do Trail, onde é suposto ter tirado o retrato  a todos os atletas aí pelo kms 4 a 5, seis tomaram de assalto o recinto da sra da Paz e, sob o comando de dois ricos mercadores de Curvos, imediatamente começaram as escaramuças, munidos de facas e navalhas regressaram aos instintos de peleja da idade média e começaram por atacar as bolas de berlim e arrufadas, com golpes certeiros, deixaram as coitadas em metades, noutra recinto em barraca a luta continuava igualmente feroz, os tabuleiros de marmelada ficaram reduzidos por golpes desferidos com pouca pontaria em cubos, as laranjas em quatro e as bananas aniquiladas em duas e três, ficando uma ligeira curva para os traialista reconhecerem que eram bananas.

Mais além, a chacina continuava, os ddr não davam tréguas às tostas que não tiveram outro remédio senão agarrarem-se à manteiga de amendoim para escaparem incólumes aos instintos bélicos.

Quando os dois centuriões chegaram ao recinto da Paz, impacientes por a corrida estar lenta, notou-se que não percebiam nada de arte da guerra ou eram recrutas com poucos dias, postaram-se no cimo da arriba, quando o mais correto seria no inicio para espicaçar os pobres atletas que, coitados no fim da íngreme subida, tinham que levar com as lanças apontadas à cara. Valeu que dois possantes ddr, (os ddr tem de tudo), lá estavam para apoiar os traialistas nos seus intentos para subir.

Três horas depois no campo de batalha, toda a gente tinha fugido, só restava os vencedores que continuavam de pé com as facas nas mão à espera de ordens do chefe para depor as armas e embora rústicos medievais,  limpamos os despojos como pessoas civilizadas.

Dia divertido, parabéns aos ddr que desta vez trailearam pelos pinhais tão nossos conhecidos e aos Apulia a Correr pela suas excelentes prestações.

Boa Páscoa!!!

 

Pelo tunel do vento

O túnel do vento, que um ddr de top, ultimamente em alta com as entradas diretas para o pódio nas Masseiras, Facho e a dois passos do pódio dos Moinhos, vestido à civil porque….não lhe apeteceu equipar nem treinar mas, que prognosticou de manhã cedinho, que hoje os injinheirus dos ddr que eventualmente se aventurassem a sair  dos tocas, teriam de se haver com um túnel do vento.

O prognóstico do túnel do vento bateu certo e não foi um mas dois os túneis de vento que tivemos de transpor por baixo da A28, mas nada mais, de resto os quatro injinheirus com os tomates no sitio que se apresentaram no Rafas, mais o-ddr-à-civil-que-não-quis-treinar-com-os-quatro, vá lá saber porquê, já levaram com milhares de bars de altas e baixas pressões na tromba, não era agora que o tunelzinho de vento de hoje armado em bufão, que amedrontaria os injinheirus de pesquisar novas rotas.

O então túnel de vento que o-ddr-à-civil-que-não-quis-treinar-com-os-quatro, apelidou o treino d`hoje, começou no Rafas, continuou por Gandra, sempre em turbilhão prosseguiu por Palmeira até Vila Chã, prolongando-se bastante tempo por sobre a água para depois friccionar as raízes dos pinheiros em Vila Chã e o túnel de vento continuou a bufar por  Antas e a bufar por todos os lados, fustigava os quatro corajosos injinheirus,  compenetrados  a medir a aerodinâmica de possíveis rotas para promulgação, quiçá por  injinheirus de secretaria d`outro planeta.

O tuneis de vento foram concluídos com êxito pelos quatros valorosos injinheirus que na parte final em Apulia, a levar com a areia da praia na cara divertiram-se na mesma e ainda tiveram tempo para carimbar as credenciais no ultimo túnel de vento  do Ilha`bar.