Saltar para o conteúdo

Don João “O Xanatas”

Segunda-feira, Outubro 22, 2018

Se perguntarmos aos ddr quem é o João Zão, poucos saberão quem é  mas, se dissermos “O Xanatas”, todos sabem quem é esta peculiar personagem, que nos acompanhou várias vezes nas nossas aventuras principalmente pelos Caminhos de Santiago e Fátima. O João é um grande destrambelhado, com fibra atlética mas, com muita dificuldade em arrumar direitinho as gavetas do armário. Quem é o atleta capaz de ir de Fão até Viana do Castelo (30km), num skate? O João foi esse atleta “…só me custou um bocado na ultima subida, porque a perna começava a ficar cansada…” , respondeu o nosso amigo, quando lhe perguntamos se custou muito. Se quisesse e tivesse vocação para arrumar as tais gavetinhas no sitio certo, não há duvidas que seria um atleta de topo.

Mas esta do skate, é só uma das muitas façanhas do João Zão, para descrever as aventuras mirabolantes deste duro despenteado, seriam precisas muitas páginas e no fim daria um livro volumoso.

Os ddr tem bem presente o episódio daquela vez  quando próximo de Fátima, a bike do João empenou, sem se perturbar pôs a burra na carrinha de apoio e fez os restantes 8 kms a correr e…descalço, e, não nos custa nada acreditar que é o único peregrino em bicicleta de toda a história dos Caminhos de Santiago, que fez o Caminho Frances, com umas chanatas calçadas, um par de bermudas a servir de calções e a bagagem  dividida por dois sacos a tiracolo, um à frente e outro atrás a servir de contrapeso.

O João sempre demonstrou alguma dificuldade em pedalar em grupo, por isso opta sempre por andar na dianteira do pelotão chegando a desaparecer da nossa vista e, em consequência dessa apetencia solitária, perde-se com frequencia mas, quando isso acontece, não nos preocupamos, porque sabemos que ao fim de umas horas ele irá aparecer como se nada tivesse acontecido.

Além de ser nadador salvador, no verão também toma conta da concessão das barracas e do bar da praia do Ofir e, em parte, é por força destas novas obrigações que deixou de nos acompanhar nas nossas aventuras.

Com o passar do tempo, pensávamos que se tivesse auto regenerado e agora estivesse mais comedido nas suas peculiares odisseias mas, depois de há duas semanas, o ver-mos na partida do Transcávado, sem capacete, com os calções bermudianos e sapatilhas brancas, as duvidas da auto regeneração dissiparam-se num instante. O nosso amigo “Xanatas”, continua fiel ao que sempre foi, um grande atleta destrambelhado, um caso de estudo.

Aqui ficam algumas fotos do nosso herói e o vídeo de ontem no intervalo do treino dêdêrriano:

 

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: