Saltar para o conteúdo

O teste

Domingo, Dezembro 16, 2018

Os verdadeiros DUROS, estiveram em ação toda a manhã e, se ao fim de cinco kms da partida, começaram às voltas com a bike em cima de um coreto de bandas de música e depois com o ensejo de dar um pontapé na gaiola XL cheia de pássaros, por estes à nossa passagem gozarem connosco em alta chilraria só porque pareciamos gatos pingados da água da chuva – houve dois ddr mais radicais que os ameaçaram que lhes torciam o pescoço e os fritavam num tacho cheio de óleo ou lhes abriam a porta da gaiola para substituírem os pratos no tiro ao alvo -, acabaram a manhã com a barriguinha cheia de subidas, de tangerinas e não só mas, já explicamos porquê.

Há quem gaste uma pipa de massa, só para tirar umas gramas para a burra pesar menos e andar mais depressa, okay! é lá com essa gente, os vendedores de peças das bikestores agradecem, no entanto quisemos fazer um teste para ver se valia mesmo a pena tal investimento a canibalizar a burra p`ra ficar mais leve e, vai daí, fizemos o contrário, carregamos as burras com mais peso, primeiro enchemos o bandulho com tangerinas oferecidas por uma tangerineira amiga e depois os alforges de trás das camisolas, com alguns maracujás à mistura – com pedras não dava muito jeito, porque estavam molhadas -, um ddr mais afoito com tiques de grandeza, não contente com o carregamento das pequenas clementinas, continuou a carregar os alforges com laranjas porque eram maiores, só parou quando ficou inchado como o insuflável Pai Natal dos saudosos passeios de Natal dos ddr.

Resultado do teste: só o ddr que carregou tambem laranjas, gemeu um pouco numa subida com uma mangueira enorme mas, em contra partida era compensado pelo inchaço, quando a burra embalva nas descidas, embora no terreno plano a alimária continuasse a morrer um pouco.

Conclusão, aos que gostam de leveza, deixem-se disso, deixem as burras como nasceram, parem de tuningalas, do teste só temos um reparo a fazer: os bolsos das camisolas e casacos deviam ser maiores por causa dos inchaços.

A irrequieta ação do treino da manhã terminou com muita bufaria do mar, com as pazes feitas com os passarinhos porque estamos no Natal, só os punhos dos guiadores das burras é que se queixaram dos esfarrapanços, muito por graça e obra do chefe que nos entalou na viela e ainda se ficou a rir.

Os cinco DURAZIOS do dia:

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: