A gala e o galo dos duros de roer

1.Ontem, foi notícia no NOTICIAS magazine: Griffin, o cão que teve direito a um diploma”, e depois? Nós ddr, tivemos dois atletas, que também tiveram direito a diplomas e não foram noticia, o jornalista se quisesse ser imparcial e patriota daria a noticia assim: “um cão na america e dois ddr em Portugal, tiveram direito a diplomas” Teriam os três o mesmo tratamento, pois nem o cão é mais do que os dois ddr, nem os dois ddr são mais do que o Grifinn.

2.Mas, já que não foi noticia, nem sequer o jornal da paróquia se dignou publicar uma linha sobre o relevante jantar de gala de fim d`ano do grupo ddr, acontecimento que teve lugar no passado dia 28, onde além das epifanias de riso do Martinho, se destaca os momentos altos da gala: a entrega de diplomas a dois, agora ddr, Carlos Ribeiro e António Soares, depois de penarem durante aprox dois anos, receberam finalmente o tão almejado diploma Duro De Roer, das mãos do chefe, e, a outro ddr Narciso Ribeiro, foi entregue também pelo chefe, o prestigiante prémio: O Cristiano Ronaldo da cambalhota 2018, eleito por unanimidade perantes os 23 membros do reino presentes no salão de festas duma unidade hoteleira com nome de animal com uma bossa, no entanto há fortes suspeitas que o Messi de braço partido ao peito, que já  contava com o ovo do dito cujo, só não foi eleito campeão da cambalhota 2018, devido a um complô da seita  influenciada por fake news.

2.Bom, mas hoje estamos aqui, não para falar dos 11 durões, nem da coça que o Carlos Figueiredo levou no ultimo treino do ano, nem daquele ddr com o diploma ainda a cheirar a tinta, que andou toda a manhã perdido só parando no topo do marco geodesico de (?), mas sim para transcrever a mensagem de fim d`ano do chefe, para quem não esteve presente na gala.

 

Carissimos duros de roer,

 Como habitualmente vou proferir algumas palavras de circunstancia e reforçar o que sempre tenho dito neste encontro ajantarado de fim d`ano.

Como habitual, saudo a presença dos nossos ddr emigrantes presentes neste jantar: Alberto Ribeiro, Carlos Figueiredo, que nos visitaram várias vezes ao longo do ano, assim como tentar repescar o antigo ddr Helder Santos, não esquecendo de enviar uma saudação especial para o nosso “sindicalista” ddr João da Silva que, lá longe continua atento a todas as manobras do reino e agradecer também a presença da ilustre e campeonissima Tãnia Serra, que nos deram a honra da sua presença.

Pois é amigos, fazendo a restrospetiva do que foi este ano p`ra nós duros de roer, foi mais um ano que passou a correr, foi mais um ano em que vivemos as nossas aventuras com o mesmo entusiasmo de sempre, continuamos irreverentes e obstinados, estamos mais refinados, dantes todos nós chegávamos ao fim do ano com a caderneta cheia de medalhas espalhadas desde o cabelo até à micose dos dedos dos pés se bem que algumas medalhas tinham pouca qualidade, agora os capotanços tem sido poucos mas de muita boa qualidade e os treinos de quinta feira passaram a ser de escacha pessegueiro até partir, com muita gente a ganir atrás dos estupores que todos nós sabemos quem são.

Em grupo ou a sós, participamos em várias provas de montanha e estrada, em aventuras ao longo do ano quase todas bem-sucedidas e digo quase porque houve uns ddr que a descer esqueceram-se de abrir o para-quedas e aterraram de focinhos nas pedras e no mato.

Tambem é verdade que passamos por algumas vergonhas, e estou a lembrar-me daquele ddr que em plena prova de orientação, deixou fugir as setas do GPS, e de outro que renegou a pátria, quando no estrangeiro se identificou como “sono italiano de milano” mas, apesar destas vergonhices, vamos continuar a divertimo-nos, o nosso grande objetivo, pois é isso que sabemos fazer melhor com o orgulho em mostrar ao mundo que somos duros de roer em qualquer circunstancia.

P´ra 2019, como é do conhecimento de todos, temos agendado novas aventuras que esperamos se concretizem, pois como disse um filosofo “Grandes realizações são possíveis quando se dá importância aos pequenos começos”

O ddr Bruno Monte, o nosso elemento mais habilitado em cartografia, já se disponibilizou para estudar o perfil do traçado e o local.

De resto vamos continuar a andar por aí e, como temos dito muitas vezes: “quem não domina a vida a sorrir, nunca conseguirá dominá-la”.

Para terminar, congratulemo-nos por mais uma entrega de diplomas a dois novos elementos agora ddr: António Soares e Carlos Ribeiro, que demonstraram ao longo de dois anos que tem o feeling, pancada e o ADN da seita.

Terminemos com um brinde aos novos elementos ddr e a todos nós.

Boas entradas e bom ano 2019

O Chefe

Filipe Torres

Algumas fotos da gala dos ddr de 28dez2018

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s