A Silly Season

Não sabemos se a tal silly season, estrangeirismo muito usado pelos jornalistas, para classificar as coisas mais mirabolantes e parvas que acontecem em julho e agosto, meses de ferias por excelência, vai continuar por setembro.

No que diz respeito ao tempo, estamos conversados, foi uma fraude de todo tamanho, a silly season funcionou bem, o gajo que comanda o clima não foi competente e carregou nos botões errados,  trocando os meses de verão pelos de inverno, uma rebaldaria que deixou toda a gente a clamar por sol p`ro bronze. Só agora que estamos em setembro, é que deu pelo erro e finalmente carregou no botão do calor.

Quanto aos ddr, não se notou grande coisa, as coisas parvas que aconteceram durante o verão, foi mais ou menos o prolongamento das outras estações do ano, vamos só relembrar uma ou outra parvoíce das mais recentes como aquela do Anthony de Vila Cova, ter amuado porque não lhe fizemos a vontade do treino p`ro picanço ser na terra dele, enfunado, nem começou o treino e foi-se embora porque dali a….três horas(????), tinha de estar em casa.

Outra coisa parva foi o atrevimento do Milo e do Tino, a tentarem impor uma nova versão da historia do urso e do caçador, queriam sobrepor a versão deles à verdadeira, à original historia ursante do Futre, que se recusa a conta-la enquanto os dois farsantes não retirarem a versão contrafeita deles, ficando assim este diferendo adiado e sem fim à vista. Quem se lixou, mais uma vez, foi o Miguel e o Nelson que ficaram a xuxar nos dedos à espera dos ursos.                                              E  quanto às coisas parvas fiquemos por estes dois exemplos, senão nunca mais saímos daqui.

Mas nestes dois meses tambem aconteceram coisas interessantes e até fenomenais e aqui estamos a referirmos ao fenómeno de só ter inchado um tomate ao Chico, quando o mais comum era ter inchado os dois ao mesmo tempo e nas mesmas proporções, para manter o equilíbrio. Um fenomeno de facto, mas a natureza tem destas coisas, nunca se engana, sabe quem merece te-los do sitio e caminhar direito, e quem merece ter só um e caminhar torcido.

Quanto às coisas boas da silly season, foi ter entre nós dois grandes ddr, o João da Silva ddr com provas dadas e mérito proprio e o Manuel Fradique (Souto), que bastaram dois treinos para conseguir as mesmas esfarrapadelas que alguns ddr num ano. Por isso e pelo seu fair play, passa a ser um ddr honoris coisa e em agradecimento pelos bons momentos, entregamos-lhe as chaves de honra da nossa sede da Colonia. Infelizmente estiveram pouco tempo connosco mas o suficiente para terem deixado saudades ao grupo. Enviamos daqui uma grande saudação para os dois e voltem depressa.

2.Terminamos com a boa ação, praticada durante o treino espetacular de ontem, quando encontramos um cachorro preso, envolto numas malhas, que alguém sem a noção para que serve um contentor de lixo, descarregou na berma de um estradão de um pinhal, onde raramente alguém passa por ali, felizmente acabamos com a agonia do animal que quando se viu liberto, pisgou-se que nem uma bala. Estás a ver Martinho, até para ser cão é preciso ter sorte.