Treinos & Táticas

Com o dia fresco e cinzento, não era difícil adivinhar que o apetite mergulhante tão do agrado do Chefe e do seu séquito, na águas da Azenha do Minante, na cascata dos Moinhos (Perelhalvixlandia), ou nas Poças do Enxate (Meril), seria pouco mas, nunca se sabe, se a ocasião se proporcionasse e passássemos por um desses pontos, muito provavelmente o apetite voltaria e a seita não enjeitaria o chafurdanço da ordem, nem que fosse só para tirar o pó fininho agarrado à pele, levantado pelos cascos da burras, fruto das manobras algo duras e intensas ao longo da manhã.                                                                                 

Treinos e táticas, foi a estratégia votada à sorte para o treino d`hoje. Começamos o aquecimento pela subida e depois pela descida manhosa do monte de faro, seguiu-se o treino para apurar a técnica dos loopings do Solinho e Luís, repetida vezes sem conta por cima de duas lombas acentuadas, só porque o Tozé extraviado demorou a regressar ao redil. Poucos kms a seguir, apanhamos a sra da Paz distraída e zás, por trás das costas dela, treinou-se a veia donwhilleira, do chefe (sem travões), do Chico (com direito a paradinha), do Tozé (com várias repetições até ficar au point p´ro instragram), do Solinho (mesmo com a roda feita num oito), do Marco, do Luís, do Seara, momentos intensos, profusamente documentados por videos publicados no Messenger.

É verdade que foram poucos kms, mas foram bem degustados, como também o fora ontem a incursão ao parque natural Gerês delineada pelo Bruno, com a participação dos duros: Bruno, Seara, Miguel, Martinho e Agostinho, que desta vez fizeram a coisa por menos de 2000d+ e faltou alguns kms para os cem.

No fim, refeitos das táticas, refastelados na esplanada hidratante do Controverso, o Ferreia(?), de Famalicão, queria saber do amigo Correia, queria apresentar-lhe o Seara (Armando?) “o que foi carteiro em tempos respondeu alguém mais tarde”, mas o Correia não estava e o Seara não sabia quem era, nem quem era o Futre ou Filipe Correia e morasse a cem metros e todos os anos não faltassem ao almoço de aniversário em Tancos, “não, não estou a ver quem é” respondeu o Seara que até tem um para-quedas colado na carrinha e, foi-se embora para desgosto do Ferreira(?) de Famalicão.

As fotos das táticas e o briefing final

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s